quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Memórias quase vivas - Fotos de NIKI FEIJEN

Congeladas no Tempo
Eme Viegas - Página "Hypeness"

O fotógrafo holandês Niki Feijen andou pela Europa em busca de prédios, casas ou igrejas abandonadas, dando origem à série Disciple of Decay (Discípulo da Decadência). 
Apaixonado pela “exploração urbana”, Feijen nos oferece imagens que preservam o sinistro e fantasmagórico lado dos lugares vazios.

Algumas ainda têm as camas feitas, os edredons dobrados e os livros empilhados na prateleira. 


Não fossem as paredes descascadas, as janelas quebradas, os tetos prestes a desabar, as manchas de umidade ou a sujeira envolvente, diríamos que as casas fotografadas por Niki Feijen ainda esperam seus donos chegar. 
A verdade é que eles as abandonaram há muito.

DiscipleDecay4

Seja por que os donos e proprietários faleceram, ou por simples abandono, estes espaços ficaram largados, virando lar de bichos, insetos e objetos empoeirados.

É sempre curioso pensar como, um dia, todas estas casas já se encheram de vida.

DiscipleDecay1

DiscipleDecay3

DiscipleDecay8

DiscipleDecay10

**

Casa Abandonada
Cáh Morandi 

 “É que agora – aqui dentro – a casa foi ficando meio empoeirada, como se toda essa mobília sentimental não tivesse sendo mais usada, a janela foi deixada aberta e tanto vento foi passando, levando as cores dos retratos e deixando o pó como ressarcimento.

Aqui em casa não tem mais conforto, tudo virou incômodo, e às vezes nem em casa eu me sinto. 

Não tem mais abraço, não tem mais teto para pintar de sonhos toda a noite, nem tapete colorido para deitar no domingo.

Tudo daqui foi sumindo, não tem mais ninguém nessa casa, só um eco se espalha quando eu volto e os passos ficam rangendo o assoalho, e fica uma sensação estranha de ver cinza onde tudo foi festa e euforia.

Na porta de entrada eu sempre pedia um beijo, até que um dia o beijo foi de despedida.”

*            *            *


Nenhum comentário:

Postar um comentário